Tarefa 9 - Escolha um plano de exercicios

domingo, 13 de dezembro de 2015


Embora muitas pessoas tentem emagrecer fazendo apenas a dieta, as pesquisas garantem que o sucesso do emagrecimento duradouro depende também da regularidade com que se pratica exercícios.

Em uma pesquisa feita pelo National Weight Control Registry, um estudo com milhares de pessoas que emagreceram mais de 13 quilos - e que não voltaram a engordar por pelo menos um ano -, os resultados comprovaram que quase 89% dessas pessoas associaram a dieta à atividade física; apenas 10% haviam feito apenas dieta e 1% emagreceu fazendo apenas atividades físicas.

Os exercícios apresentam muitos benefícios relacionados e não relacionados à dieta:
O exercício ajuda a aderir à dieta.
Fazer exercício físico significa dizer a si mesmo: “Estou determinado a emagrecer e ficar em forma. Estou disposto a assumir esse compromisso, mesmo começando devagar, estou determinado a alcançar o sucesso, de uma vez por todas”.
Encarar os exercícios desta maneira pode ajudá-lo a se comprometer com as mudanças na sua alimentação também e a estender essa determinação para outros esforços para a dieta.
O exercício pode ajudar a controlar o apetite.
Embora os resultados das pesquisas variem, alguns fisiologistas acreditam que a prática regular de exercícios ajuda a regula o sistema de controle do apetite.
O exercício melhora o humor e alivia o estresse.
Se você tem tendência de comer em resposta à ansiedade, frustração e outras emoções negativas, o exercício pode ser uma válvula de escape.
O exercício queima calorias.
Durante os exercícios, seus músculos queimam calorias muito mais rápido que o normal.
Você também continua queimando calorias mais rapidamente depois do treinamento, enquanto seu corpo recupera e reconstrói seus músculos.
O exercício preserva o tecido muscular.
Ao emagrecer, normalmente, você perde gordura e tecido muscular.
Como o exercício o ajuda a preservar o tecido muscular, sua perda de peso virá, em sua maior parte, da perda de gordura.

O exercício promove a autoconfiança.
Na medida em que faz mais exercícios, você se sentirá melhor a respeito de si mesmo e de suas capacidades.
Pesquisadores da Universidade de Houston, no Texas, descobriram que os estudantes que participaram de um programa de emagrecimento e exercícios durante seis semanas disseram sentir-se mais positivos em relação à sua aparência física, menos ansiosos sobre seu corpo e mais confiantes em suas capacidades do que os estudantes que não praticavam exercícios.
O exercício faz você se sentir melhor fisicamente.
Quanto mais se movimenta, mais vai querer se movimentar.
Exercícios físicos regulares fortalecem pulmões, coração e outros músculos, e isso faz com que suas atividades diárias (arrumar a casa, carregar sacolas de compra) se tornem menos custosas.
 Os exercícios melhoram o sono e por causa disso você se sentirá com mais energia também.
O exercício melhora sua saúde e ajuda a evitar doenças.
As pesquisas descobriram uma correlação entre exercícios físicos regulares e a redução de risco para doenças cardíacas, diabetes e certos tipos de câncer.

COMO COMEÇAR

Caso ainda não tenha começado, você pode se engajar em dois tipos de exercícios: EXERCÍCIOS ESPONTÂNEOS (aproveitando as situações diárias para fazer exercícios) e EXERCÍCIOS PLANEJADOS (estipulando um horário para fazer exercícios específicos).
Antes de começar um programa de exercícios, consulte um profissional da saúde.

EXERCÍCIOS ESPONTÂNEOS
Você pode começar incorporando exercícios espontâneos às suas atividades diárias agora mesmo.
De hoje em diante, faça o seguinte:
Sempre tente chegar ao seu destino com antecedência, assim você pode descer do ônibus ou estacionar algumas quadras antes e caminhar um pouco.
Quando pegar o elevador, desça um andar abaixo do seu e suba um lance de escada. Aos poucos, você pode subir dois andares, depois três, etc.
Se você mora em uma casa de dois andares, guarde as coisas onde tem de ser guardadas e vá buscá-las quando precisar.
Quando for ao shopping, caminhe por todo ele antes de começar a comprar. Todas as vezes em que se perceber esperando para ser atendido (quer seja em um consultório médico, aeroporto, salão de cabeleireiro), ande pelos corredores ou na calçada até que chegue sua vez.
Considere levar um pedômetro no seu cinto para ficar mais motivado a fazer exercícios espontâneos. 
 Esse dispositivo mede a distancia que você percorre a pé. Você pode encontrar um bom pedômetro pelo preço de, mais ou menos, R$150,00 em lojas de material esportivo, academias e na internet. Use o pedômetro todos os dias e anote em seu caderno de dieta quantos passos você deu. Desafie-se a andar cada dia mais medindo seu progresso.
EXERCÍCIOS PLANEJADOS

Já que praticar exercícios físicos não é opcional quando se quer emagrecer, escolha os que gosta de fazer para que possa ser persistente.
Se você não tem certeza do que escolher, consulte um amigo ou um profissional de saúde (este último é muito importante se você tiver alguma limitação médica ou se estiver sedentário há muito tempo).
Tente alguns destes exercícios que meus pacientes acabaram gostando:
 Caminhar ou correr diariamente.
 Frequentar uma academia.
 Fazer natação ou hidroginástica
 Exercitar-se usando um DVD, vídeo ou programas de atividades físicas na TV.
 Praticar um esporte.
 Contratar um personal trainer.
 Participar de aulas de ginástica ou de dança.
O tipo do exercício planejado não faz diferença, mas comece com níveis razoáveis.
Não é realista partir de fazer nada a se exercitar 30 minutos por dia.
Você apenas ficará dolorido ou possivelmente se machucará, então, estará propenso a desistir dos exercícios de uma vez.

Se você está relativamente sedentário, comece andando 5 minutos todos os dias até que fique fácil. Vá aumentando de maneira gradual 1 minuto por dia. Lembre-se de que mesmo 5 minutos é melhor do que nenhum minuto!
 

Por uma vida mais leve Copyright © 2013 Design by Cali Criativa